terça-feira, 14 de agosto de 2018

Concurso Literário JI/Aepti - Perguntas Frequentes

Para ler regulamento e ficha de inscrição, clique aqui!

O que é o Concurso Literário JI/Aepti?

O Concurso Literário JI/Aepti é uma iniciativa cultural que tem promoção do JORNAL DE ITATIBA – DIÁRIO e da Aepti – Associação dos Escritores, Poetas e Trovadores de Itatiba em parceria inestimável da USF – Universidade São Francisco, que visa proporcionar espaço para que amantes, apreciadores, escritores amadores e/ou profissionais possam mostrar seus trabalhos. Esse projeto vem revelando nos últimos anos escritores e artistas regionais e nacionais. O concurso existe desde 2001 e chega neste ano a sua 18ª edição.

Quem pode participar?
Todas as pessoas, desde que tenham mais de 14 anos de idade e residam no Brasil. Os menores de idade precisam que o seu responsável legal assine a ficha de inscrição para que possam participar. Somente estão vedados de participar os membros da CO – Comissão Organizadora, da CJ – Comissão Julgadora, assim como os membros da Diretoria da Aepti e os funcionários do JORNAL DE ITATIBA – DIÁRIO.

Como faço para participar?
Para participar basta preencher completa e corretamente a ficha de inscrição, escrever seu trabalho, formatá-lo conforme todos os itens do regulamento, e entregá-lo na recepção do JORNAL DE ITATIBA – DIÁRIO ou enviá-lo por correspondência com AR – Aviso de Recebimento até o prazo final da inscrição.

Quais são as Categorias?
O concurso conta com quatro categorias em que o autor pode se inscrever, duas de abrangência nacional e duas de abrangência regional, sendo:

Categoria Nacional - Poema: Trabalhos que sigam as características de um poema, para autores de todo o País. Não participam dessa categoria os autores de Itatiba e Morungaba.

Categoria Nacional - Conto/Crônica: Trabalhos que sigam as características de um conto e/ou crônica, para autores de todo o País. Não participam dessa categoria os autores de Itatiba e Morungaba.

Categoria Especial - Conto/Crônica: Trabalhos que sigam as características de um conto e/ou crônica, para autores das cidades de Itatiba e Morungaba.

Categoria Especial - Poema: Trabalhos que sigam as características de um poema, para autores das cidades de Itatiba e Morungaba.

Quais são as características de um poema? E as de um conto/crônica?
Para fins de categorizar mais facilmente os trabalhos e obras, adotamos o entendimento de que todas as obras organizadas em versos serão caracterizadas como poema. Enquanto as obras apresentadas em prosa serão caracterizadas como conto/crônica.

Qual a formatação exigida?
Todas as obras devem ser entregues: digitadas, impressas em papel tamanho A4, fonte Times New Roman, tamanho 12 com espaçamento entre linhas de 1,5 com no máximo duas páginas e com o limite de 1.800 caracteres para as categorias de poema e o limite de 3.600 caracteres para as categorias de conto/crônica.

O que são caracteres e como eu conto tudo isso?
Caracteres podem ser todas as letras e sinais de um texto. Aplicando-se isso a formatação que exigimos, contam-se também os espaços, em outras palavras, a obra pode ter até 1.800 toques no teclado entre letra e espaços para as obras da categoria poema e 3.600 toques para as de conto/crônica. Para os autores que utilizarem o Word como editor de textos, basta seguir o seguinte caminho: “Revisão” > “Contar Palavras”, na janela que se abrirá observe o item: “Caracteres (com espaços)”, o número que estiver ali é o número de caracteres do qual estamos falando.

Como devem ser entregues os trabalhos?
Os trabalhos devem ser entregues no Balcão de Anúncios do JORNAL DE ITATIBA - DIÁRIO em três cópias, onde deve conter o pseudônimo do autor e em outro envelope deve ser entregue a ficha de inscrição preenchida. Esse processo deve se repetir para cada trabalho entregue.
IMPORTANTE! Todas as obras entregues devem ser inéditas.

O que é e para que serve um pseudônimo?
Um pseudônimo nada mais é que um nome falso, fictício, adotado por um autor para assinar uma obra. No nosso caso, o pseudônimo servirá para que os membros da CO e da CJ, não conheçam a verdadeira identidade do autor, para que dessa maneira o julgamento das mesmas possa ocorrer com a máxima lisura. Caso, o autor possa ser identificado por conta de seu pseudônimo o mesmo será desclassificado do concurso.

Até quando posso me inscrever?
As inscrições estão abertas de 1 a 31 de agosto de 2018, para inscrições realizadas no balcão do JORNAL DE ITATIBA – DIÁRIO. Já para as inscrições enviadas pelos correios será considerada a data do carimbo de envio, desde que as mesmas cheguem, ao JORNAL DE ITATIBA – DIÁRIO, até 10 de setembro de 2018.

Participe da Festa Literária de Vinhedo – Flivi 2018


A Aepti incentiva a participação de seus associados, bem como dos amigos e amantes da leitura, na Flivi 2018 – a segunda edição da Festa Literária de Vinhedo, vizinho município.

Será de 27 de agosto a 2 de setembro e homenageará Mauricio de Sousa, o criador da turma da Mônica.


O evento contará com um Encontro Nacional de Escritores. Para participar das atividades, deve-se confirmar presença pelo e-mail kondoandre@gmail.com.

A programação completa pode ser conferida aqui.

Reservas para grupos, escolas e voluntariado, no WhatsApp: (19) 99905-4019.




quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Concurso Literário - destaque no Jornal de Itatiba-Diário

   A abertura das inscrições do XVIII Concurso Literário JI/Aepti é manchete da edição desta quarta-feira, dia 1 de agosto de 2018. 

As inscrições seguem até dia 31 de agosto. 

Participe! 


Concurso Literário JI/Aepti 2018 - Inscrições abertas!

   Nós, em parceria com o JORNAL DE ITATIBA - Diário, realizamos anualmente o Concurso Literário JI/Aepti. 
   Esta 18a. edição está com inscrições abertas a partir de hoje até dia 31 de agosto. 
   Os interessados devem se inscrever pessoalmente ou via Correios com até três obras literárias - sejam conto/crônica ou poema. 
   Podem participar maiores de 14 anos de todo o Brasil - os residentes em Itatiba e Morungaba serão da categoria Especial; os demais, da Nacional. 
   Compartilhamos o regulamento completo e a ficha de inscrição - também dispostos separadamente para facilitar a leitura.

Participe!
Boa sorte a todos!




domingo, 22 de julho de 2018

A arte por amor à arte - a bandeira da Aepti


Conheça a descrição do significado do brasão da nossa bandeira, apresentada durante o lançamento da Antologia Encontros XXII


-O campo esquartelado representa as quatro áreas artísticas encampadas na Associação.

-Os campos de blau (azul): justiça, serenidade, fortaleza, boa fama e nobreza.
-Os campos de goles (vermelho): amor, dedicação, valentia, intrepidez, coragem, valor e socorro aos necessitados.
-In-fólio do primeiro campo: os escritores – o metal argente (prata) simboliza inocência, humildade e franqueza.
-Escudetes do segundo campo: pintores – lembram os quadros por eles produzidos e o metal (jalde) simboliza nobreza, esplendor, riqueza, autoridade e premência.
-A tocha e pena decussadas no terceiro campo: os poetas, que necessitam de uma luz inspiradora para escrever suas obras e, sendo de jalde (ouro), tem o significado deste esmalte, acima descrito.
-A lira do quarto campo: os trovadores e seu metal (argente) tem o significado também já descrito.
-O escudo é sustentado por uma coroa de louros de jalde.
-Sob ele, um listel de blau com o lema: Ars Gratia Artis, que significa: a arte por amor à arte.

Lançamento Antologia Encontros XXII


Realizamos na noite de sexta-feira, 20 de julho de 2018, no Salão Nobre do Itatiba Esporte Clube (IEC), o lançamento da 22ª edição da Antologia Encontros.

 O evento tão aguardado pelos escritores tornou-se ainda mais especial ao ser iniciado com ato cívico com a presença de atiradores do TG 02-070 para introdução das bandeiras nacional e do município seguida de uma surpresa: a apresentação da bandeira da Aepti, um antigo sonho de suas diretorias, agora concretizado.
 Bertilla Trevisan Simioni, colaboradora fiel, foi quem providenciou a materialização. Junto com dr. Marcos Rodrigues Chaves, inseriu o histórico da Aepti nas cores e brasão da bandeira.
 “A nossa bandeira há anos foi conduzida pela Bertilla e outras diretorias anteriores e somente neste ano tivemos esta oportunidade”, comentou Regina Elisabete Franco da Silva, presidente da Aepti e chanceler da Academia Brasileira de Escritores.

 A introdução da bandeira da Associação, foi feita por José Luiz Águedo-Silva, autor da partitura do Hino da Aepti, e Bertilla, que, mesmo enlutada pelo passamento de seu esposo, Roberto Simioni, compareceu ao evento para esta nobre e honrosa missão. Veja este momento aqui.

A ação se deu enquanto o hino da entidade era executado, após a entrada das bandeiras nacional e municipal, feita por atiradores do TG de Itatiba e execução de ambos hinos. Confira este momento aqui.
 A mesa de honra foi composta por, além de Regina, prefeito Douglas Augusto Pinheiro de Oliveira, secretários Washington Bortolossi (de Cultura e Turismo, presidente do IEC e autor de uma das orelhas do livro) e Anderson Sanfins (Educação), prof. Carlos Pizzolatto (diretor do campus Itatiba da Universidade São Francisco – USF e presidente da Comissão Julgadora do Concurso Literário JI/Aepti), sargento Fernandes (TG), Maria Aparecida Sanfins Quito (do JI –Diário, representando o jornalista Manoel Roberto Massaretti, autor do Prefácio), Claudia da Costa Mota (presidente do Instituto Passo a Passo, entidade homenageada) e Eweton Mutton (responsável por transformar o desenho do brasão digitalmente para que fosse bordada a bandeira da Aepti).
 
No salão, uma mesa homenageava, in memoriam, fundadores e membros, além das recentes perdas: dr. Sergio Provenzano e dr. Paulo Sousa de Oliveira. Na edição, uma homenagem especial com o adeus à Irene de Araújo Pires Fumach, professora, diretora, ex-vereadora e primeira-dama. Através de lei de sua autoria, em setembro de 2001, oficializou-se a existência da Aepti, na qual ficou estabelecida que fosse um órgão de Utilidade Pública Municipal.
 Em seguida, homenagem ao Instituto Passo a Passo Equoterapia. Confira o momento em vídeo aqui.


As fotos da entrega dos exemplares aos participantes desta edição estão disponíveis aqui.
 A obra recém-lançada está à venda por R$ 20 e pode ser adquirida na própria Aepti, durante os Chás Culturais (o próximo será em 18 de agosto) e na Farmácia Prudente. 

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Presidente recebe outorga de chanceler da Academia Brasileira de Escritores


A presidente da gestão 2017/2019 da Associação dos Escritores, Poetas e Trovadores de Itatiba (Aepti), Regina Elisabete Franco da Silva, recebeu a outorga de chanceler da Academia Brasileira de Escritores (Abresc), fundada em 1º de setembro de 2011. O evento foi realizado na noite de 29 de junho, na Câmara de São José do Rio Preto, município onde está localizada a sede desta Academia.
A importância da Aepti foi reconhecida após pesquisa realizada durante um ano, concluída em
Presidente João Paulo Vani
 com a presidente da Aepti,
Regina Elisabete,
na solenidade em Rio Preto
abril. O presidente da Abresc, João Paulo Vani, mencionou que a união e o trabalho nos concursos e, em especial, o Infanto-Juvenil, pela sua grandiosidade, complexidade, elaboração, execução e ineditismo na região, foram determinantes para o convite da outorga. No evento, além do título de chanceler aos escolhidos por serem disseminadores de educação e cultura, também foi dada posse de cadeiras a imortais.

Pesquisa, reconhecimento e responsabilidade
“Emocionante e inesquecível estar na sessão solene. Momento histórico para a Aepti e à cidade pelo reconhecimento dos nossos trabalhos pela Abresc. Atuamos como voluntários e estarmos entre os mil nomes iniciais no processo e sermos classificados entre os primeiros 31 dos chanceleres é coroar a nossa missão. Mostra que correspondemos nas obras. Entretanto, responsabilidade, empenho e determinação, nossa e de nossos parceiros, também aumentaram”, reconheceu Regina.
A presidente da Aepti garantiu que, cada vez mais, a Associação se desvelará no desenvolvimento e divulgação da cultura em todas as formas artísticas. “É e sempre será nosso objetivo trazer à luz escritos infantis, juvenis, de jovens e adultos, sem discriminação de cor, raça, sexo, religião ou classe social. Que este diploma seja o primeiro de muitos estímulos para que os ‘aeptianos’ se dediquem e se doem à cultura brasileira”, desejou Regina.

Agradecimentos
“Agradeço à Diretoria e membros da Aepti, pela confiança em meu trabalho, aos escritores e artistas plásticos, a todos que diretamente estiveram e aos presentes no processo dos concursos, aos parceiros: Prefeitura, secretarias de Cultura e da Educação – diretores, professores, alunos, da rede municipal, do Estado e particular; Universidade São Francisco (USF) – campus Itatiba, Jornal de Itatiba-Diário, Central de Rádio e Notícias (CRN), Berto Editora e Centrográfica. O titulo que ora recebemos solidifica nossa determinação”, declarou a nova chanceler da Academia.
Fotografia oficial dos diplomados pela Abresc

Trajetória
Em texto autobiográfico, publicado no site da Abresc, Regina relatou que seu contato com a leitura e a escrita começou em família. “Desde a infância, os jornais O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo e os locais A Tribuna e O Progresso eram comuns na residência dos meus avós maternos. Eles adoravam ler, escrever e ouvir músicas. Meu avô ensinou-me como abrir e ler o jornal sem apoio, as dobras corretas, sem amassá-lo. (...) Desde muito cedo gostava de rabiscar e escrever. Assídua frequentadora da Biblioteca Municipal, O tronco do Ipê de José de Alencar foi o primeiro livro; depois Machado de Assis, Raul Pompeia, Eça de Queiroz, entre tantos outros. Em 1973, sugerido pelas minhas colegas de trabalho na capital paulista, me associei ao Clube do Livro. (...) Escrevi contos e poemas até os meus 26 anos. As obrigações da vida profissional me fizeram escrever textos literários apenas esporadicamente”.
Regina também contou sobre sua carreira profissional na área administrativa e os passos iniciais na Aepti. Ingressou como musicista nos eventos da Associação em 2009, mesmo ano em que recebeu o convite para integrar a Diretoria Executiva, e está pela terceira vez como presidente.

Texto: Tatiana Rostaiser Petti
Fotos: Ruy Neto

sábado, 14 de julho de 2018

Chá Cultural - Julho/2018


A Aepti realizou na tarde de 14 de julho de 2018 o sétimo Chá Cultural do ano.


A presidente Regina Elisabete Franco da Silva explanou sobre a viagem à Câmara Municipal de São José do Rio Preto, onde recebeu a outorga de Chanceler da Academia Brasileira de Escritores (Abresc). A Aepti reitera que fica muito honrada com o reconhecimento à atual presidente, pelos serviços prestados para a disseminação da cultura.

Foi reforçado convite a todos para participar do lançamento e noite de autógrafos da Antologia Encontros deste ano, que será na sexta-feira, 20 de julho, às 19h30, no Salão Nobre do Itatiba Esporte Clube (IEC).

Haverá entrega de exemplar aos autores presentes e homenagens.

Regina ainda comentou que a Antologia Revelando Talentos está na segunda revisão e já com capa definida.

Também estão em andamento os concursos que resultarão nas antologias Infanto-Juvenil e dos alunos da EJA – Educação de Jovens e Adultos.

Foi divulgado o 34º Concurso de Poesia de Mogi Guaçu. Os textos com a ficha de inscrição devem ser entregues até o dia 21 de setembro. Mais informações aqui.

Dos aniversariantes do mês:
8 - Claudete Gama
12 – Cíntia Nallin
17 – José Henrique Thompson
30 – Maria Inês Simões Barbosa (in memorian) e Zico da Caixa

Foram citadas algumas datas comemorativas do mês:
04 – Dia do Operador de Telemarketing e da Independência dos EUA (1776)
09 – Dia da Revolução e do Soldado Constitucionalista
10 – Dia da Pizza
13 – Dia do Cantor e Dia Mundial do Rock
14 – Dia da Liberdade de Pensamento
16 – Dia do Comerciante
18 – Dia Nacional do Trovador
19 – Dia da Caridade
20 – Dia da 1ª Viagem à Lua (1969)


Diante do exposto, foi aberta votação para o tema do mês de agosto. O tema vencedor foi Liberdade de Pensamento. Será o tema do Chá Cultural do próximo mês, agendado para 18 de agosto.

Em seguida, foi feita a leitura das obras com o tema do mês: Imigrante.
Dos autores: Solange Vicentini Tavares Mössenböc, Sandra Papa Carrara, Rosa-Maria Ferraz Sangiorgi e José Carlos Munhoz Navarro, além de comentários e contribuições dos presentes.

Outras fotos disponíveis aqui.

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Presidente recebe outorga de Chanceler da Academia Brasileira de Escritores


Regina Elisabete Franco da Silva, presidente da Aepti 2017/2019, receberá neste 29 de junho de 2018, na Câmara Municipal de São José do Rio Preto, a outorga de Chanceler da Academia Brasileira de Escritores (Abresc).

A Aepti fica muito honrada com o reconhecimento à atual presidente, pelos serviços prestados para a disseminação da cultura.

Parabéns, presidente Regina!

Abaixo, replicamos texto autobiográfico sobre sua atuação, que está publicado no site da Abresc.


“Regina Elisabete Franco da Silva – na infância praticou o voluntariado como musicista. Com o decorrer do tempo sua carreira profissional voltou-se para a área administrativa em empresas nacionais e multinacionais exercendo a função desde auxiliar, escriturária, secretária, chefe de escritório, encarregada de serviços: administrativos, do departamento de Pessoal e Consultora de Recursos Humanos.
Ministrei aulas de marketing, administração de pessoal, secretariado e técnicas de vendas.
Estou na Associação dos Escritores, Poetas e Trovadores de Itatiba-SP – AEPTI  desde 2009, como musicista nos eventos patrocinados pela associação.  No mesmo ano recebi o convite para integrar a diretoria executiva, onde preenchi todos os cargos nos biênios 2011-2013, 2015 a 2017. Eleita em maio de 2017 – Presidente da AEPTI esta é a terceira vez que assumo a diretoria.
A Associação promove o incentivo a escrita, leitura e as artes em geral.  Idealizadora no município com as parcerias da Prefeitura por meio da Secretaria da Educação, e, da Universidade São Francisco – Campus Itatiba do concurso literário e de desenho com alunos do ensino fundamental da rede municipal de ensino e escolas particulares, literário ensino fundamental e médio – Estado com a educação para jovens e adultos – EJA, inédito no corrente ano com estudantes do ensino médio regular e parceira do concurso literário do Jornal de Itatiba categorias especial e nacional.
Oficinas de pintura e artesanato, sarau para a comunidade.
Mensalmente é escolhido um tema a ser desenvolvido pelos associados e o público.

Contato com a escrita e leitura:

Desde a minha infância os jornais O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo e os locais A Tribuna e O Progresso eram comuns na residência dos meus avós maternos. Eles adoravam ler, escrever e ouvir músicas. Meu avô ensinou-me como abrir e ler o jornal sem apoio, as dobras corretas, sem amassá-lo.
No primeiro ano do antigo ginásio o professor de Religião Carlos Franco Penteado, solicitou uma redação com o tema Dia das Mães. Cada sala de aula seria representada com o melhor trabalho na data comemorativa no mural da Igreja Matriz Nossa Senhora do Belém (hoje Basílica Menor de Nossa Senhora do Belém).
Domingo, nove horas, celebração da missa das crianças. Ao adentrar na Igreja havia um mural com todos os trabalhos selecionados. Fui lendo cada um deles, alguns não alcançava a página seguinte, visto a minha estatura. Vi a exposição de colegas, conhecidos. Faltando apenas três para concluir, deparei-me com duas folhas de papel almaço pautado, tendo como acabamento um laço de fita cor de rosa. Era o meu! Não acreditava… o meu… comecei a rir. Em tempo, quando algo me surpreende até hoje a minha reação é rir.  A missa nem começara e eu querendo ir embora para contar a novidade aos meus entes queridos.
Desde muito cedo gostava de rabiscar e escrever.
Assídua frequentadora da Biblioteca Municipal, O tronco do Ipê de José de Alencar foi o primeiro livro, Machado de Assis, Raul Pompeia, Eça de Queiroz, entre tantos outros. Em 1973 sugerido pelas minhas colegas de trabalho na capital paulista me associei ao Clube do Livro. Nas viagens diárias para o trabalho saboreava os livros. Lembro-me da escritora Zélia Gattai – A sustentável leveza do Ser.
Escrevi contos e poemas até os meus vinte e seis anos de idade. As obrigações da minha vida profissional me obrigaram a escrever textos literários apenas esporadicamente, não com a assiduidade que gostaria.

Do trabalho voluntário com a Associação dos Escritores, Poetas e Trovadores de Itatiba – AEPTI.

Em maio de 2009, graças à disposição de tornar as festividades da AEPTI (cujo renome chegou ao meu conhecimento) mais prazerosas, passei a participar como musicista, a convite como voluntária das reuniões e eventos patrocinados por ela, onde tomei conhecimento das atividades junto à cultura e a educação no município.
Dois meses após, o primeiro evento em um palco como há quarenta e sete anos. Após passar o som me apresentei para auxiliar na organização do salão para o evento.
Foi a minha iniciação de aprendizado com os trabalhos desenvolvidos pela AEPTI.
No mês de novembro de 2009 fui convidada para a vacância como segunda secretária da diretoria executiva até o final do biênio maio 2011.
Atuando como musicista nos eventos da Associação, ao mesmo tempo auxiliei na administração dos regulamentos, materiais para os concursos, resultados, participação nas reuniões da diretoria, Secretaria da Educação do município e com a Universidade São Francisco Campus Itatiba.
Em maio de 2011 fui eleita para compor a diretoria executiva biênio 2011 a 2013 no cargo de vice-presidente. Após quatro meses por motivos de saúde, ocorreu o afastamento provisório da presidente.
Na qualidade de presidente em exercício responsável por todos os atos praticados pela Associação, tais como: reuniões mensais com associados, elaboração do Plano de Trabalho anual, direção editorial das coletâneas, diálogos com: gráfica, apoiadores, Secretarias de Cultura e Educação, escolas, Diretor da Universidade São Francisco Campus Itatiba que voluntariamente convoca seus docentes para a comissão julgadora dos concursos promovidos pela AEPTI e com a parceria do Jornal de Itatiba Diário e da Central de Radio e Notícias.
Distribuição de serviços aos voluntários, ofícios, organizar e coordenar regulamentos com a Secretaria da Educação e a Universidade São Francisco, contratos com escritores e artistas plásticos para a coletânea Antologia Encontros, materiais para os concursos literários e de Desenho Infanto-Juvenil com participação de todas as escolas da rede municipal de ensino e rede privada, concurso literário com os alunos da Educação para jovens e adultos – EJA.
Com o afastamento definitivo da titular assumi o cargo de presidente até o final do mandato. Reeleita para o biênio 2013 a 2015, período em que fui uma das protagonistas no projeto do I Concurso Literário AEPTI Revelando Talentos voltados para os estudantes do Ensino Médio regular.
Na gestão de 2015 a 2017, com o cargo de segunda secretária da diretoria executiva, continuei a executar todos os trâmites dos trabalhos da presidência. No início de 2017 assumi a segunda tesouraria, em virtude do falecimento da titular.
Pela terceira vez na presidência para o biênio de 2017 a 2019. No corrente ano iniciamos os Concursos Literários “Revelando Talentos” com escolas particulares e do Estado e EJA com o ensino médio.
Nas coletâneas e livros dos associados produzidos pela AEPTI tenho como atribuição: organização, elaboração, distribuição e recebimento dos materiais pertinentes aos concursos às escolas, encaminhamento a comissão julgadora da Universidade São Francisco – Itatiba, cronogramas, revisões e a direção editorial”.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Chá Cultural - Junho/2018


No dia 16 de junho de 2018, a Aepti promoveu seu Chá Cultural.


Foram justificadas cinco ausências de associados e amigos que sempre comparecem. Em seguida, foi feito um minuto de silêncio pelo passamento de Irene Fumach.

A presidente Regina Franco fez a distribuição, aos participantes, dos convites da Antologia Encontros XXII, cujo lançamento será realizado em 20 de julho, às 19h30, no Itatiba Esporte Clube. 
Os participantes devem retirar os convites na Drogaria Prudente – à Rua Dr. Aguiar Pupo – 30, no Centro.

Também foi feito convite a todos que interessarem sobre o sarau a ser realizado neste domingo, 24 de junho, às 19h30, no Museu Municipal. A Aepti participará com a leitura de poesias.

Comentado sobre a Festa de São Pedro, que a Prefeitura realizará nos dias 6, 7, e 8 de julho. Caso a Aepti seja convidada para participar com um stand, aqueles interessados em trabalhar voluntariamente devem contatar Bertilla Trevisan Simioni, responsável pelo setor de Eventos da entidade.

Lembramos do evento de 25 de maio, lançamento do livroAventuras na Amazônia, de Lázaro Sylvio de Almeida Franco, o Zico da Caixa. A obra está à venda nos Chás Culturais e no Jornal de Itatiba, por R$ 20. A renda será destinada à Oficina de Santa Rita.

Foram citadas algumas datas comemorativas do mês:
07 - Dia da Liberdade de Imprensa
10 - Dia da Língua Portuguesa
19 - Dia do Cinema Brasileiro
21 - Dia da Mídia
25 - Dia do Imigrante
27 - Dia Nacional do Progresso.

Diante do exposto, foi aberta votação para o tema do mês de julho. O tema vencedor foi Imigrante. Será o tema do Chá Cultural do próximo mês, agendado para 14 de julho.

Dos aniversariantes do mês, foi lembrada Genny Rodrigues Januário (in memorian) do dia 12 de junho.

Em seguida, deu-se a leitura do tema do mês: Língua Nacional.

Miguel Evangelista Régis fez a leitura de A Língua Nacional Brasileira é a Língua Portuguesa. A leitura pode ser acompanhada neste link.


Paulo Eduardo aproveitou para apresentar a canção Estrangeirismo, na voz de Zé Ramanho. Confira a canção aqui.

Neide Nallin lembrou-se da professora Maria Gemma Rela Reinaldo, que não admitia que os alunos usassem a palavra piquenique. Dever-se-ia usar, valorizando a Língua Nacional, a palavra convescote.

Rosa-Maria Sangiorgi citou, portanto, que abajur, em bom português, é quebra-luz.

Foi ainda lido texto de José C. M. Navarro, intitulado Últimaflor do Lácio, que resumiu toda a discussão que se deu na reunião sobre o tema proposto.  

Outras fotos disponíveis aqui.

segunda-feira, 4 de junho de 2018

Adeus a Irene Fumach


Perdemos nossa querida sra. Irene Araújo de Camargo Pires Fumach.

Não há pessoa em Itatiba que não tenha dela uma boa lembrança, seja por sua simpatia, carisma, gentileza e eficiente desempenho nas atividades sociais. 

Nós, da Aepti, em especial, pois era amiga e incentivadora de tudo que se relacionasse com educação e cultura.

Através da lei de sua autoria, aprovada por unanimidade por seus pares e sancionada pelo Executivo, oficializou-se a existência da Associação dos Escritores, Poetas e Trovadores de Itatiba, na qual ficou estabelecida que esta fosse um órgão de Utilidade Pública.

Querida sra. Irene, que Deus a tenha a seu lado e que permita conformação aos familiares e amigos.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Lançamento do livro Aventuras na Amazônia


Na noite de 25 de maio de 2018, foi lançado o livro Aventuras na Amazônia, da Lázaro Sylvio

de Almeida Franco, conhecido por Zico da Caixa. O evento se deu no Auditório da Etec Rosa Perrone Scavone e reuniu familiares, amigos e autoridades. 

Tendo Neide Nallin como mestre-de-cerimônias, contou com discurso da presidente da Aepti, Regina Elisabete Franco da Silva, do próprio autor e da amiga Rosa-Maria Ferraz Sangiorgi. 

O autor expôs alguns quadros de sua autoria e, ao final dos autógrafos, recebeu da vice-
presidente da Aepti, Tatiana Rostaiser Petti, um vaso de antúrio ofertado pela entidade como homenagem pelo feito. 

O quinto livro publicado de Zico da Caixa pode ser adquirido, a R$ 20, nos Chá Culturais da Aepti, bem como nos eventos da entidade, e também no Jornal de Itatiba-Diário, do qual Zico é colunista dominical. 

Neide, Regina, Bertilla e Rosa com Zico
Abaixo, discurso da presidente da Aepti na noite do lançamento:


"Boa noite!
Agradecemos a presença do excelentíssimo prefeito Douglas Augusto, secretários de Cultura dr. Washington, da Educação prof. Anderson, vereadores, diretor da Universidade São Francisco professor Pizzolatto, diretor da Etec Rosa Perrone Scavone professor Cristiano que gentilmente cedeu o auditório para esta noite, membros da Aepti, convidados, familiares, amigos e em especial o autor de Aventuras Na Amazônia - Lazaro Sylvio de Almeida Franco.
Carinhosamente seu Zico, o conheço desde a minha infância, e as nossas famílias há quase um século, completando... muito, muito antes da nossa existência.
Simples, carismático, inteligente, eloquente, espirituoso.
Contribui com a cultura e artes plásticas, meio ambiente, voluntário das boas causas, coração de imensa amplitude.
Por ser membro da Aepti, foi convidado e muito nos honrou o aceite para compor a Diretoria Executiva no biênio 2013 a 2015 como segundo tesoureiro.
Alegra os nossos encontros e, como sempre, seu Zico nos surpreende com os seus textos com os temas mensais.
Comumente é autor dominical do Jornal de Itatiba. Em sua coluna são enumerados assuntos de qualquer natureza, em especial fatos vividos e acontecidos em nossa cidade.
É a quinta obra editada esta nos transporta à natureza de nosso querido Amazonas onde descreve minuciosamente fatos militares, indígenas, conflitos, esperança, amor com nativos e pessoas do exterior que contribuíram para a exploração da floresta amazônica, ou seja, muita ação.
Embarque nessa aventura e com ele pela imensidão da região norte.
Vivenciamos todos os episódios narrados na sua história, dando-nos a sensação de estarmos no local enfrentando perigos e vitórias.
Com certeza, os leitores serão surpreendidos com As Aventuras na Amazônia.
Celebremos com seu Zico mais esta vitória em sua vida e que tenhamos outros presentes para desfrutarmos.
Parabéns! Sucesso!".

Outras fotos no álbum do Facebook.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Doações à Biblioteca da USF



Biblioteca de Itatiba recebe doações da AEPTI 
Realizamos doações à Biblioteca da Universidade São Francisco (USF) campus Itatiba e viramos matéria no site. Confira:

Biblioteca de Itatiba recebe doações da Aepti

A Associação dos Escritores, Poetas e Trovadores de Itatiba (Aepti) esteve no Campus Itatiba, no mês de março, para conhecer as dependências da nova biblioteca de Itatiba e efetuar uma rica doação de livros. 

A presidente da Aepti, sra. Regina Elisabete Franco da Silva, e a secretária e revisora, sra. Rosa-Maria Ferraz Sangiorgi, entregaram à bibliotecária Mayara Bernardino e ao diretor do Campus Itatiba, prof. Carlos Pizzolatto, inúmeros títulos editados pela Aepti em seus mais de 20 anos de existência, incluindo exemplares das coletâneas resultantes dos concursos literários promovidos pela Associação, dentre eles o Concurso Literário Infanto-Juvenil, com trabalhos de alunos do Ensino Fundamental de Itatiba, e o Concurso Literário Jornal de Itatiba-Aepti, com contos e poemas de escritores locais e também de várias regiões do Brasil. 

Nessa ocasião, a Aepti também doou diversos livros especiais em Braille editados pela Fundação Dorina Nowil, em sua maioria romances de grande sucesso junto ao público, tais como A Menina que roubava livros, de Markus Zuzak, e O meu pé de laranja lima, de José Mauro de Vasconcelos. 

A Universidade São Francisco agradece à Aepti pela generosa doação que vem enriquecer ainda mais o acervo da Biblioteca do Campus Itatiba. 

Fonte: http://www.usf.edu.br/noticias/noticias-historico-exibir/119872502/biblioteca+de+itatiba+recebe+doacoes+da+aepti.htm#.WxV9aEgvztR

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Chá Cultural - Maio/2018

Completamos 21 anos no dia 17 de maio de 2018 e comemoramos esta data tão importante em reunião festiva do Chá Cultural de maio, realizado no dia 19. 

A festa teve Neide Nallin como mestre de cerimônia, também aniversariante do mês (dia 21), junto com José Luiz Águedo-Silva (23). 

Após o Hino da Aepti, houve discurso da presidente da Aepti, Regina Elisabete Franco da Silva:

“Aepti - vinte e um anos dedicados à cultura e à educação em nosso município.
Serei modesta em dizer que muitos não acreditaram na sua fundação, caminhamos com dificuldade, mas com empenho, dedicação e olhar para o futuro das diretorias, a Associação raiou com a Antologia Encontros com a participação dos escritores e artistas plásticos, apoiados pelo JORNAL DE ITATIBA e CRN; no ano dois mil firmou parceria com o JI no Concurso Literário e com a Secretaria da Educação iniciou-se o Concurso Literário Infanto-Juvenil, 2005 com o de desenho e em 2007 Concurso Literário com a Educação de Jovens e Adultos – EJA.
Centenas, milhares de autores mirins do Ensino Fundamental da Rede Municipal e ensino privado em sua maioria foram premiados e selecionados, tiveram suas obras publicadas pela Associação.
Inúmeros membros foram condecorados com seus escritos no Concurso Literário JI/Aepti, pelos recantos de nosso país e no Mapa Cultural do Estado de São Paulo.
No último ano retomamos o concurso EJA com a Secretaria da Educação. E em 2018 o inédito Concurso Literário Revelando Talentos com estudantes do Ensino Médio regular que estava em nosso projeto desde 2013.
Em todos os concursos da Aepti contamos com participação da Universidade São Francisco campus de Itatiba. Seu diretor professor Pizzolatto participa ativamente na organização dos regulamentos, preside e coordena a Comissão Julgadora sem o qual impossível as coletâneas do Infanto-Juvenil, EJA, Revelando Talentos e o Concurso Literário JI/Aepti, nossos sinceros agradecimentos.
Agradecemos o apoio incondicional do Jornal de Itatiba e da Central de Rádio e Notícias, na divulgação, matérias e presença nos eventos, pelas duas participações no Programa Debate em junho e outubro de 2017 e entrevistas ao jornal e CRN.
A Tem Itatiba e a jornalista Daniele Marzano presença constante em nossos eventos.
As escolas de ensino privado e do Estado, secretarias da Educação pela parceria nos concursos literários e de desenho e a de Cultura por nos abrigar em seu subsolo, pelos convites para participarmos dos eventos promovidos.
Ao Itatiba Esporte Clube pela gratuidade do salão para nossos eventos em 2017 e 2018 e também a ETEC Rosa Perrone Scavone por ceder o auditório para os lançamentos das coletâneas e noites de autógrafos  EJA, Revelando Talentos e Aventuras na Amazônia.
Apoiamos o escritor membro sr. Zico em sua obra Aventuras na Amazônia cujo lançamento ocorrerá sexta-feira dia 25 no Auditório Profa Maria Eunice Amadeo De Almeida – da ETEC Rosa Perrone Scavone, todos estão convidados. A renda em sua totalidade será destinada à Oficina De Santa Rita.
Sentimo-nos honrados com novos associados em 2018 e revisores de textos.
Como voluntários, abraçamos uma causa nobre a do saber, com energia, entusiasmo, empenho, os afazares dos membros são contínuos, geramos oportunidades a todas as faixas etárias desenvolverem contos, poemas, desenhos, presença de escritores natos e iniciantes, artistas plásticos, promovemos oficinas, palestras, sarau para a comunidade, cumprimos com o nosso dever.
Celebremos esta data com muito carinho e amor.
Muito obrigada!”

Houve leitura do tema de maio, que foi Mentira, por:
Zico - A Mentira
Neide - Trova
Tatiana - Deixa de Mentira
Miguel - É Verdade Que A Mentira Surgiu com Adão E Eva?
Diego - A Primeira Mentira
Amanda - A Garota Que Se Tornou Uma Rosa
Rosa - A Mentira
Julia - A Mentira Diante Da Verdade
Felipe - O Falso Aventureiro
Giovane - Doce Veneno

Foram citadas datas comemorativas do quinto mês do ano e feita a votação de tema para junho: será Língua Nacional, que teve seu dia celebrado em 21 de maio. 

Mais fotos estão disponíveis em nosso perfil do Facebook.

O próximo Chá Cultural será no dia 16 de junho - sempre às 15h, no subsolo do Solar Ferraz Costa. 

domingo, 29 de abril de 2018

Chá Cultural – Abril/2018



O Chá Cultural de abril de 2018, realizado na tarde do dia 28, foi iniciado com um minuto de silêncio em homenagem ao dr. Paulo Sousa de Oliveira, participante das Antologias, que faleceu no último dia 22.

Foram dadas as boas-vindas ao novo sócio, prof. Paulo Eduardo, e aos jovens Caroline, Felipe, Amanda, Julia e outro Felipe que marcaram presença a convite de Renan Hofstätter.

Com a presença do associado Lázaro Sylvio de Almeida Franco, conhecido por Zico da Caixa, foi anunciado o lançamento do livro Aventuras na Amazônia, de sua autoria, que se dará no dia 25 de maio, no auditório da Etec Rosa Perrone Scavone. O evento é aberto ao público. Todos os interessados estão convidados.

Os associados também iniciaram a revisão do boneco (prévia) do livro Antologia Encontros 2018.
Foi anunciado que a distribuição dos convites aos autores participantes da Antologia será realizada na edição de 16 de junho do Chá Cultural.

A presidente Regina Elisabete agradeceu aos que, voluntariamente, trabalharam no stand da Aepti na Festa do Caqui, realizada nos dois primeiros finais de semana de abril: Bertilla, Nei, Solange, Tatiana, Diego, Caroline, Nilse e Antonio.

Regina também comentou sobre o Monumento Os Guardiões de Itatiba, inaugurado no dia 8 de abril. A Aepti, que recebeu convite da Prefeitura, foi representada pela vice-presidente Tatiana Petti. Também estiveram presentes outros membros da Diretoria da Aepti, como Bertilla Simioni, também da Associação Ítalo-Brasileira de Itatiba, com a entrega de homenagem aos principais envolvidos, e Helena Brick, participante do Coral Filarmônico do IEC, que abrilhantou a inauguração do monumento que homenageia os imigrantes italianos que estiveram em Itatiba.

Anunciada a entidade que será homenageada neste ano pela Aepti na Antologia Encontros: Instituto Passo a Passo Equoterapia.
Utilizando cavalos, realizam terapia desenvolvendo habilidades funcionais nas deficiências físicas, de aprendizagem e alterações de linguagem. Este instituto realiza tratamento gratuito e possui mais de 200 pessoas na lista de espera. Mais informações em: www.passoapasso.org.br.

Foi dado ainda parecer sobre concursos da Aepti em andamento:
- o que envolve alunos do Ensino Médio está nas mãos do revisor José Luiz para posterior anúncio;
- já o realizado com estudantes do Ensino Fundamental, está em fase de análise da Comissão Julgadora da Universidade São Francisco.

Em abril, os associados aniversariantes são:
05 – Wilson
12 – Tatiana
21 – Andrei (in memorian)
24 – Sandra
26 – Nilse

Como o tema do mês de abril foi escolhido após citação do Dia do Telefone (10 de março), foram relatadas algumas datas comemorativas, comentando, principalmente, sobre o 29 de abril, quando, em 1888, Itatiba antecipou-se à Lei Áurea e promoveu a libertação dos escravos no município.
Em seguida, houve leitura das obras com o tema do mês dos seguintes autores: Zico da Caixa, Solange, Miguel e Nei.

O próximo Chá Cultural será no dia 19 de maio. Na ocasião, a Aepti realizará uma reunião festiva, com música e leitura, pelo aniversário de 21 anos, a serem completados no dia 17 de maio de 2018.

Confira outras fotos na fanpage: https://goo.gl/mQimAq